quarta-feira, julho 20, 2005

Think Ahead. Stay Ahead


As 12 frentes do comportamento humano, Future Forces, foram mapeados pela Empresa de Consultoria e Construção de Marcas FutureBrand, com sede em Londres e filial em São Paulo. O Estudo que envolve mais de 60 países, mostra as tendências, fenômenos e movimentos sociais que afetarão os hábitos de consumo nos próximos anos. Dentre as frentes estão a relação de intimidade urbana, a visão holística do bem-estar, as novas relações humanas baseadas em ambientes virtuais, a busca pela adrenalina e a atitude além da idade, que já podem ser constatadas em nosso dia-a-dia através de fenômenos como o do Orkut, Blogs, Sabonetes que prometem aliviar o stress cotidiano. O serviço de Inovação e o banco de pesquisa de tendências da FutureBrand já vem sendo utilizado por marcas líderes como Starbucks, Unilever, Coca-Cola, Sainsbury´s, Marks & Spencer, Wizzair, entre outros.
visite o site: www.futurebrand.com.br

terça-feira, julho 19, 2005

Pague Menos, Voe Simples


Depois da entrada agressiva da Gol, desbancando companhias como a TAM e, falindo outras como a Varig e Vasp, a Webjet é a mais nova linha aérea a entrar na Jogada. Seguindo o modelo apresentado pela Gol, que nada mais é do que uma cópia de cases com o da Ryanair e EasyJet, na Europa, a Webjet promete vender tarifas ainda mais baratas. Modelos de negócios parecidos, mas nem sempre com resultados garantidos. Que os investidores façam suas apostas, só esperamos pagar menos e voar mais.

www.webjet.com.br

Dasluxuosas


Vivia em uma redoma de vidro, agora toma um choque de realidade. A Daslu, ícone do mercado de luxo brasileiro, é atingida por uma avalanche de protestos de diversos setores:

- Fã Clube Angelina Jolie: eles estiveram presentes, mas ela não. Um dos manifestantes acredita "Mas, se ela soubesse, com certeza nos apoiaria".

- Programa Ratinho: Ele distribui bolsas falsificadas aos pobres, em protesto à abertura da nova sede no meio de uma favela.

- Rapper: "a Daslu é um totem da má distribuição de renda" - Marcelo Yuka

- Movimento dos Sem-Universidade: Os priveligiados com muito e migalhas para o resto

segunda-feira, julho 18, 2005

Ingenuidade mineira

Se cada mercado se comporta de maneira diferente, porque diferente seria o mineiro? Para quem acredita no fim das agências envolvidas no mensalão como uma boa notícia, espera ansiosamente pela redistribuição de contas. Ora, estamos no país das desigualdades. E ainda não surgiu nenhum movimento dos sem-contas a espera de um líder democrática. Mercados competitivos como os de São Paulo, Rio e Salvador estão com as portas aberta para a chegada de grandes contas. A merda espalha, e não é com ventilador, é com fuzil AR-15. Se as contas não permanecem aqui, para onde vão os profissionais?

Em ritmo de mkt viral. Veja carta do Paulo Bessa, DNA, publicada no site www.janela.com.br

"Hoje ouvi no rádio que bloquearam as contas do Marcos Valério impedindo o próprio de fazer o pagamento de salários de seus funcionários. Tendo em conseqüência a demissão de mais de 150 pessoas... É um absurdo!!Na semana passada o Jô Soares disse no seu programa que o Dep. Jeferson resolveu "jogar merda no ventilador".Ele tirou o dele da reta e está atingindo o próprio mercado Mineiro, que importa e exporta alguns dos melhores profissionais e comercias do meio. Os verdadeiros publicitários...A DNA Propaganda e a SMP&B são as duas maiores agências mineiras. Acho difícil o mercado se recuperar e acomodar tanta gente boa. Pessoas do bem que não tem nada haver com isso.
Enfim...Grande abraço,
Paulinho Bessa"

Sonho cor-de-rosa


Pior que ir a Roma e não ver o Papa é ir ao Maranhão e não conhecer Jesus.

No caso, o Guaraná Jesus, refrigerante que já faz parte do folclore e das atrações turísticas anunciadas até por agências de viagens. Totalmente integrada à cultura local, a bebida virou uma instituição maranhense tão sólida que já detém 16% de participação no mercado de refrigerantes do estado.

Uma das lendas que cercam o Guaraná Jesus está exatamente na sua criação, que teria ocorrido por acidente, em 1920. O farmacêutico Jesus Norberto Gomes importara uma máquina de gaseificação para produzir, sem sucesso, magnésia fluida, um remédio então na moda para combater a acidez estomacal, a chamada queimação. Jesus decidiu então fazer uma bebida para os netos, utilizando 17 ingredientes que descobrira em viagens pela Amazônia.

O resultado foi a bebida cor-de-rosa, com sabor de canela e cravo, que foi batizada com o sacrossanto nome de seu criador.